Sou um felino doméstico. Vagabundo ou não, ando por aí.
Adoro muros e telhados alheios.
Namoro de madrugada – a lua e a gata.
Faço poesia e muita prosa.
Sou cinzento na cor e colorido na alma.

16/06/2016

Fora de ordem




Às vezes acordo com a sensação de que pequei ou de que estou pecando. Hoje, acordei com a sensação de que algo não estava na ordem certa. Olhei para um lado, olhei para o outro, e só o que via eram paredes frisadas e manchadas, sufocando-me, transformando as minhas sensações em algo maior que a minha própria existência.
Às vezes acordo como aquelas manhãs nubladas de verão: quentes, secas e ardentes.
Às vezes acordo como aquelas tardes densas: com nuvens e trovões.
Às vezes a vida sufoca.

Sufoca-me às vezes.

3 comentários:

✿ chica disse...

Por vezes sufoca mesmo...
Vim agradecer o carinho lá! bjs praianos,chica

Miúda disse...

Temos que respirar fundo e tentar achar a luz ao fundo do tunel :)

Lia Noronha disse...

A trilha sonora aqui...seria Caetano...alguma coisa está fora de ordem...da nova ordem Mundial...abraços meus.