Sou um felino doméstico. Vagabundo ou não, ando por aí.
Adoro muros e telhados alheios.
Namoro de madrugada – a lua e a gata.
Faço poesia e muita prosa.
Sou cinzento na cor e colorido na alma.

22/01/2016

Sonhos possíveis



Eram sonhos possíveis
de lugares possíveis
com pessoas possíveis
E por serem possíveis
deixaram de ser sonhos
tornaram-se reais
[o abstrato transformou-se pragmático]
E os sonhos tornaram-se necessários

- Impossível não sonhar

6 comentários:

✿ chica disse...

Sonhar é preciso SEMPRE! Lindo! bjs, chica

Gracita disse...

Sonhar é fundamental.
Então vamos seguir sonhando...
Um abraço e bom final de semana

MARILENE disse...

É tão bom abraçar o possível! Porque não pode ele ser objeto de sonho? Abraço.

Cadinho RoCo disse...

Os sonhos não prescindem da nossa realidade.
Cadinho RoCo

Lourisvaldo Santana disse...

Os sonhos nos movem à luta, são os anseios nossos de cada dia.

Necessários.

Abraços!

CÉU disse...

Você escreve de uma forma sui generis, apelativa e bem entrosada.

É bom sonhar, dormindo ou acordado.

Beijos.