Sou um felino doméstico. Vagabundo ou não, ando por aí.
Adoro muros e telhados alheios.
Namoro de madrugada – a lua e a gata.
Faço poesia e muita prosa.
Sou cinzento na cor e colorido na alma.

30/01/2016

Cúmplices

Resultado de imagem para cat white on night



Ficar na janela, observando a paisagem e a quem passa na calçada, fazia parte da sua rotina. Não era prisão estar em casa, era opção de vida – quase uma mania. Gostava de observar o movimento, o ir e vir de cada personagem inventada; gostava de observar a mudança do tempo, principalmente no fim do dia - na transição tarde-noite – quando o céu dilui sua cor até a total escuridão marinha. Quando a lua brotava lá longe com sua luminosidade emprestada, sabia que estava na hora de fechar a cortina. 

De banho tomado, com a pele suavemente perfumada, caminhava saltitante pelo quarto a procura da sua segunda pele. Seda e renda eram as suas preferidas. Gostava de se sentir bela e cortejada.

Quando pronta, caminhava na noite lua a passos curtos e delicados, como se estivesse sendo levada pela brisa fresca da madrugada. Interrogações em pensamentos surgiam por onde passava. Homens e mulheres que viviam as margens olhavam surpresos com aquela imagem sinistra e solitária com o olhar no horizonte.

Paralelo aos seus passos, uma gata branca caminhava pelos muros desafiando o perigo dos rosnados abafados de seus inimigos.  No final da rua pouco iluminada as duas se encararam por longos segundos.  E cada qual seguem o seu caminho. Uma sobe num telhado alheio. E a outra abre a porta de seu destino.

11 comentários:

ॐ Shirley ॐ disse...

Medo da indiscreta luz do sol? Paixão
pela cumplicidade do luar? Afinal, o que procurava essa moça, vestida de renda e de seda?...
Gostei de sua crônica, Gato!
Abraço!

CÉU disse...

Que lindo e bem escrito texto, Gato!
Comparações distintas, mas ambas com destino. No caso da personagem feminina, me pus cogitando. A descrição que você faz dela, me leva a outros "trilhos".

Bom domingo e melhor semana.

Abraços.

Ivone disse...

Lindo o texto com insinuações sensuais, amei ler!
Abraços amigo Gato!

Cristina Sousa disse...

Lindo, gostei de te ler.

Beijo e boa semana

Jorge disse...

Vida de gato não é fácil...

✿ chica disse...

Lindo,Gato! Beleza te ler e imaginar as cenas tão bem trazidas em tuas palavras! abraços., chica

✿ chica disse...

Esqueci: Li sobre o Zooooooooooooooooooom,rs... Seria melhor ainda se a velhota que fotografa, no caso eu, não tremesse as mãos!rs...abração,chica

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, amigo Gato, que bela analogia você registrou. Um texto repleto de várias leituras, apesar de ser um texto muito sensual não se percebe a intenção.Gostei muitíssimo de sua postagem. Grande abraço, Gato!

Miúda disse...

Gostei do texto :)

Tina Bau Couto disse...

Felinas sintonias
Femininas
Da janela
Sob o luar
Ser
Sentires
Saber-se
Ou não

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a foto é criativa e linda, o texto é perfeito.
AG