Sou um felino doméstico. Vagabundo ou não, ando por aí.
Adoro muros e telhados alheios.
Namoro de madrugada – a lua e a gata.
Faço poesia e muita prosa.
Sou cinzento na cor e colorido na alma.

08/06/2016

Sazonado



Acordei com uma dorzinha de saudade na alma. Não, não estou triste. Estou simplesmente com saudade. Acordei com o peito aberto e com frio.

2 comentários:

✿ chica disse...

Saudade faz isso! Lindo! abraços,chica e lindo fds!

Ivone disse...

Saudade, acho bom sentir, pois somete se sente de momentos felizes e sem tristeza é melhor ainda!
Abraços apertados!